fbpx

Caixa paga novos lotes da primeira e segunda parcela

A Caixa Econômica Federal (CEF) credita nesta segunda-feira, 25, novos lotes do auxílio emergencial de R$ 600,00 ou R$ 1.200,00, tanto aos novos aprovados, no repasse da primeira parcela, quanto da segunda, no caso daqueles que receberam a anterior até 30 de abril. 

De acordo com os calendários divulgados pela Caixa, recebem a partir de hoje os nascidos em agosto, no caso da primeira parcela. Para a segunda, os beneficiários são os nascidos em setembro e outubro, além dos assistidos pelo programa Bolsa Família, cujo NIS termina em 6.

Os depósitos de cada rodada diferem entre si. Diferentemente da segunda parcela, em que os beneficiários recebem exclusivamente via poupança social digital (com exceção de quem faz parte do Bolsa Família), os contemplados com a primeira tem como opções de recebimento: contas da Caixa, poupança social digital ou contas de outros banco. 

Beneficiários da primeira parcela podem inclusive fazer o saque em espécie do auxílio logo na data da liberação do valor. 

Calendário de pagamento da primeira parcela

Confira como ficou o calendário de depósitos da 1ª parcela do auxílio emergencial aos recém aprovados:

  • 19 de maio (terça): nascidos em janeiro;
  • 20 de maio (quarta): nascidos em fevereiro;
  • 21 de maio (quinta): nascidos em março;
  • 22 de maio (sexta): nascidos em abril;
  • 23 de maio (sábado): nascidos em maio, junho ou julho;
  • 25 de maio (segunda): nascidos em agosto; Hoje
  • 26 de maio (terça): nascidos em setembro;
  • 27 de maio (quarta): nascidos em outubro;
  • 28 de maio (quinta): nascidos em novembro; e
  • 29 de maio (sexta): nascidos em dezembro.

O governo ainda não estabeleceu novas datas de pagamento da segunda parcela para os recém aprovado no auxílio.

Calendário de pagamento da segunda parcela

Como mencionado anteriormente, o calendário da 2ª parcela do auxílio vale somente para quem recebeu a primeira até 30 de abril. De acordo com o cronograma divulgado pela Caixa, os repasses via poupança digital acontecem até 26 de maio, para quem está inscrito no CadÚnico  ou se inscreveu pelo site ou aplicativo do benefício.

Confira a seguir as datas:

  • 20 de maio: nascidos em janeiro e fevereiro;
  • 21 de maio: nascidos em março e abril;
  • 22 de maio: nascidos em maio e junho;
  • 23 de maio: nascidos em julho e agosto;
  • 25 de maio: nascidos em setembro e outubro; Hoje
  • 26 de maio: nascidos em novembro e dezembro.

Beneficiários do Bolsa Família, que seguem o calendário do programa, recebem a segunda parcela do auxílio até o dia 29 de maio, com possibilidade de saque a partir da data de liberação. A ordem dos repasses tem com base o número final do NIS. Confira o calendário na íntegra:

  • 18 de maio: NIS 1;
  • 19 de maio: NIS 2;
  • 20 de maio: NIS 3;
  • 21 de maio: NIS 4;
  • 22 de maio: NIS 5;
  • 25 de maio: NIS 6; Hoje
  • 26 de maio: NIS 7;
  • 27 de maio: NIS 8;
  • 28 de maio: NIS 9; e
  • 29 de maio: NIS 0.

Inicialmente, quem receber a segunda parcela via poupança digital não poderá movimentar o saldo por meio de transferências e saques. Essas operações só serão liberadas a partir de 30 de maio. Até lá, pelo aplicativo Caixa Tem, o beneficiário pode apenas realizar o pagamento de contas, boletos e fazer compras por meio do cartão de débito virtual. 

Veja abaixo o calendário de saque e transferência da poupança digital:

  • 30 de maio: Nascidos em janeiro;
  • 1 de junho: Nascidos em fevereiro;
  • 2 de junho: Nascidos em março;
  • 3 de junho: Nascidos em abril;
  • 4 de junho: Nascidos em maio;
  • 5 de junho: Nascidos em junho;
  • 6 de junho: Nascidos em julho;
  • 8 de junho: Nascidos em agosto;
  • 9 de junho: Nascidos em setembro;
  • 10 de junho: Nascidos em outubro;
  • 12 de junho: Nascidos em novembro; e
  • 13 de junho: Nascidos em dezembro.

Caixa já pagou R$ 60 bilhões de auxílio emergencial

Somas as primeiras e segundas parcelas do benefício, o valor total chega a R$ 60 bilhões. Ao todo, 55,1 milhões de pessoas receberam a primeira parcela, enquanto o pagamento da segunda atingiu, até o momento, 30,4 milhões de beneficiários. 

Do total despendido até agora, R$ 11,7 bilhões foram para inscritos no CadÚnico do governo federal, R$ 22,8 bilhões para os beneficiários do Bolsa Família e R$ 25,5 bilhões para aqueles que se cadastraram pelo aplicativo ou site do auxílio emergencial. 

Leia ainda: Depois do auxílio de R$ 600, governo anuncia novos saques do PIS, FGTS e INSS


Fonte: Edital Concursos Brasil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: