fbpx

Fique por dentro – Governador da Paraíba fala sobre os concursos PM e PC PB

Acesse o conteúdo completo – Governador da Paraíba fala sobre os concursos PM e PC PB



Baixar apostila para concurso

“Eu pensava que só passava quem era extremamente inteligente ou que tivesse muita facilidade em aprender ou que memorizasse os conteúdos muito facilmente. Mas o que me fez chegar a essa conquista foi acreditar no processo em que eu estava passando e nos materiais que o Estratégia fornecia, pois eu mesma não tenho nenhuma das características que mencionei, mas tenho uma determinação e foco que são diferenciais e foram diferenciais para chegar a apenas a primeira das demais aprovações que eu espero conseguir. Então, trabalhar o jogo mental que é estudar para concursos é essencial para que não estudemos para passar, mas sim até passar.”

Confira nossa entrevista com Sheinna Rhayan Bento Costa, aprovada em 34º lugar no concurso PC-PA para o cargo de Escrivão:

Estratégia Concursos: Conte-nos um pouco sobre você, para que nossos leitores possam te conhecer melhor. Você é formada em que área? Qual sua idade? De onde você é

Sheinna Rhayan Bento Costa: Bom, meu nome é Sheinna, tenho 21 anos, sou formada em Direito e natural de Goiânia/Goiás.

Estratégia: O que te levou a tomar a decisão de começar a estudar para concursos? Por que a área Policial?

Sheinna: Desde o início da minha graduação, meu objetivo é concurso público, porém não sabia de imediato qual área faria. No decorrer da graduação, quando tive contato com algumas matérias específicas do Direito comecei a pesquisar algumas e tive a convicção do que queria no 6ª período: a carreira policial. Essa escolha foi principalmente devido ao fato de buscar uma profissão em que pudesse contribuir de alguma forma, direta ou indiretamente com pessoas que sofreram determinado ilícito, tanto no momento da ocorrência fática, quanto posteriormente na repressão ao crime.

Estratégia: Durante sua caminhada como concurseira, você trabalhava e estudava (como conciliava trabalho e estudos?), ou se dedicava inteiramente aos estudos para concurso?

Sheinna: Eu me dedico somente aos estudos há 9 meses, mas durante mais de 1 ano eu trabalhava, fazia faculdade e também estudava para concursos.

Estratégia: Quantos e em quais concursos já foi aprovada? Qual o último? Em qual cargo e em que colocação?

Sheinna: Eu já realizei 5 concursos e esse foi o primeiro em que eu alcancei a aprovação.

Estratégia: Qual foi sua sensação ao ver seu nome na lista dos aprovados/classificados(as) na primeira fase do certame?

Sheinna: Até o momento eu ainda não acreditei de fato na aprovação, mas a primeira sensação ao ver meu nome na lista de aprovados foi de muita alegria e gratidão a Deus. Além de proporcionar o conhecimento de que os métodos de estudos e os materiais que utilizo nas preparações realmente dão resultado e com certeza o Estratégia fez e faz total diferença no processo até a chegada do objetivo de ser aprovada.

Estratégia: Como era sua vida social durante a preparação para concursos? Você saía com amigos, família, etc? Ou adotou uma postura radical, abdicando do convívio social?

Sheinna: Estudo para concursos há aproximadamente 2 anos e durante esse tempo abdiquei de todas as redes sociais, meu lazer ficou restrito e as festas, comemorações, aniversários e casamentos só faziam parte da minha rotina, quando eu tivesse completado a minha meta de estudos.

Estratégia: Você é casada? Tem filhos? Namora? Mora com seus pais? Sua família entendeu e apoiou sua caminhada como concurseiro(a)? Se sim, de que forma?

Sheinna: Moro com minha mãe e tenho namorado. Sempre tive o apoio da minha família, no que concerne aos estudos e de sobremaneira da minha mãe. Isso é perceptível principalmente nos momentos de confraternizações, que por diversas vezes não estive presente e nunca tive nenhum tipo de cobrança, ao contrário, sempre me apoiavam e me davam força.

Estratégia: Você acha que vale a pena fazer outros concursos, com foco diferente daquele concurso que é realmente seu objetivo maior?

Sheinna: Na minha concepção quem está disposto a fazer concursos deve escolher uma área específica e trabalhar exclusivamente nela, pois o foco e determinação de um objetivo fim é primordial para se alcançar a meta e não se perder na quantidade de matérias que precisam ser estudadas, que não são poucas.

Estratégia: Você estudou por quanto tempo direcionado ao concurso que foi aprovada?

Sheinna: Estudei para esse concurso após a abertura do edital, em 8 meses, mantive uma rotina de estudos com média de 6 horas por dia.

Estratégia: Que materiais você usou em sua preparação para o concurso? Aulas presenciais, telepresenciais, livros, cursos em PDF, videoaulas? Quais foram as principais vantagens e desvantagens de cada um?

Sheinna: Eu já utilizei diversas formas de estudos até encontrar a que eu percebi um melhor desempenho e isso ocorreu com a utilização dos PDFs do Estratégia, que abrangem de forma excepcional os conteúdos com direcionamento para uma maior absorção de informações. Porém, no início da minha preparação assistia muitas aulas em vídeo, que para aqueles que estão começando é de suma importância, mas para outros que já estão na caminhada de concursos há um tempo, ao meu ver são menos vantajosos que os PDFs, devido ao fato desses  conseguirem abranger inúmeros conteúdos e o aluno conseguir realizar o estudo em menos tempo que faria com a videoaula.

Além do mais, o estratégia possui PDFs com marcações dos aprovados, que facilita de maneira significativa, não somente como também em cada final de PDF contém o resumo da aula e questões específicas daquele assunto, o que corrobora totalmente na absorção do conteúdo. Sem contar com os mapas mentais, que no momento das revisões foram de total importância.

Estratégia: Como conheceu o Estratégia Concursos?

Sheinna: Eu conheci o Estratégia através da busca por cursinhos que contivessem um maior número de aprovações na área em que eu buscava. Assim, com a qualidade do material que encontrei nas aulas gratuitas, percebi que era o mais viável e vantajoso para o que queria, a aprovação.

Estratégia: Uma das principais dificuldades de todo o concursando é a quantidade de assuntos que devem ser memorizados. Como você fez para estudar todo o conteúdo do concurso? 

Sheinna: Para que eu pudesse estudar todo o conteúdo do edital realizei um estudo bem organizado, com o estudo de uma matéria por hora, assim eu conseguia ver de forma clara o conteúdo e sem desgaste da matéria. Então, eu estudava em média 6 horas por dia e cada hora eu colocava uma matéria diferente, com modos diferentes de estudos, por exemplo, em uma matéria eu fazia questões, na outra leitura teórica e por diversas vezes utilizava os mapas mentais do estratégia.

Estratégia: Você tinha mais dificuldades em alguma(s) disciplina(s)? Quais? Como você fez para superar estas dificuldades?

Sheinna: Sempre tive dificuldade em exatas e português, assim costumo colocar uma maior carga horária dessas matérias, para que eu possa ter contato com a matéria por um tempo maior. Isso tudo com diversos exercícios.

Estratégia: A reta final é sempre um período estressante. Como foi sua rotina de estudos na semana que antecedeu a prova? E véspera de prova: foi dia de descanso ou dia de estudo?

Sheinna: Costumo fazer uma revisão acelerada nas 2 últimas semanas que antecede a prova, com ênfase nos conteúdos que precisam de maior atenção e com maior peso na prova. Na véspera da prova estava em viagem para o local de prova, que duraria mais de 30 horas, então utilizei esse tempo para revisar com os mapas mentais, o que ajudou muito, visto que o conteúdo que estava na discursiva da prova tinha visto pouco tempo antes.

Estratégia: No seu concurso, tivemos, além das provas objetivas, as provas discursivas. Como foi seu estudo para esta importante parte do certame? O que você aconselha?

Sheinna: Tenho mais facilidade na escrita, então costumava colocar 1 vez por semana o treino da discursiva, as vezes a cada 2 semanas.

Estratégia: Como está sendo sua preparação para o TAF e para as demais etapas?

Sheinna: Desde o início dos meus estudos já comecei o treino para o TAF, quanto as demais fases, já iniciei a preparação também.

Estratégia: Se você tivesse que apontar ERROS em sua preparação (se é que houve), quais seriam? Diga-nos também quais foram os maiores ACERTOS?

Sheinna: Meu maior erro foi a própria sabotagem mental, em pensar que jamais iria dar certo e que a aprovação só seria daqueles que possuíam facilidade nas matérias em que eu tenho dificuldade e assim a cada prova que eu fazia eu percebia que o conteúdo é de suma importância, mas acreditar no seu processo e nos seus esforços é ainda mais. Um dos meus acertos foi a revisão constante através de questões, que me deixou segura no momento da prova, mesmo com questões fora dos padrões esperados pela banca.

Estratégia: O que foi mais difícil nessa caminhada rumo à aprovação? Chegou a pensar, por algum momento, em desistir? Se sim, como fez para seguir em frente?

Sheinna: O mais difícil não é estudar, mas sim continuar estudando. Então, quando você começa a reprovar em tantos concursos o nosso consciente começa a se sabotar e se não tivermos controle dos nossos objetivos. E isso é o que me fez seguir, pois sou muito focada e pensava diariamente que só chegamos na grande meta a longo prazo se alcançarmos as pequenas metas diárias.

Estratégia: Qual foi sua principal motivação?

Sheinna: Minha principal motivação é minha mãe, que sempre se desdobrou para fazer até o que não podia para me ajudar nos estudos e me proporcionar a melhor forma de alcançar o quanto antes meus objetivos, se não fosse ela nada disso estaria acontecendo.

Estratégia: Por fim, o que você aconselharia a alguém que está iniciando seus estudos para concurso. Deixe-nos sua mensagem para todos aqueles que um dia almejam chegar aonde você chegou!

Sheinna: A mensagem que eu deixo é que assim como os outros concurseiros, eu pensava que só passava quem era extremamente inteligente ou que tivesse muita facilidade em aprender ou que memorizasse os conteúdos muito facilmente. Mas o que me fez chegar a essa conquista foi acreditar no processo em que eu estava passando e nos materiais que o Estratégia fornecia, pois eu mesma não tenho nenhuma das características que mencionei, mas tenho uma determinação e foco que são diferenciais e foram diferenciais para chegar a apenas a primeira das demais aprovações que eu espero conseguir. Então, trabalhar o jogo mental que é estudar para concursos é essencial para que não estudemos para passar, mas sim até passar.

Fonte: Estratégia Concursos

Download disponível – Governador da Paraíba fala sobre os concursos PM e PC PB



Baixar apostila para concurso

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: