fbpx

Fique por dentro – saiba tudo sobre o cargo

Acesse o conteúdo completo – saiba tudo sobre o cargo



Baixar apostila para concurso

Saiba tudo sobre o que faz um analista administrativo no âmbito da Administração Pública

Olá, amigos corujas! Tudo certo?

Nesse artigo iremos apresentar as características do cargo de Analista Administrativo, as atribuições, os requisitos, remuneração e os concursos relacionados.

O cargo de Analista Administrativo possui uma demanda alta de candidatos; isso porque em grande parte dos concursos, a profissão requer graduação em qualquer área, abarcando uma ampla gama de profissionais graduados que podem concorrer ao cargo.

Outra vantagem dos concursos para o cargo é que a quantidade de matérias cobradas é reduzida, permitindo que o concurseiro alcance uma preparação mais eficiente e eficaz, em menor tempo.

Em contrapartida, a concorrência do cargo geralmente é acirrada, por haver uma baixa quantidade de vagas disponíveis nos editais, demandando dos candidatos um alto desempenho para conseguir figurar dentro do quantitativo de vagas efetivas. 

Por conta disso, muitos concurseiros veem os concursos de Analista Administrativo como um concurso “escada”; que consiste em um concurso intermediário, utilizado para se alcançar posteriormente a aprovação em outro que seja o realmente pretendido. Dessa forma é possível se manter por mais tempo estudando, e consequentemente com uma pressão psicológica menor.

O cargo de Analista Administrativo não se confunde com o de auxiliar/assistente/técnico administrativo, que requer nível médio e possui geralmente maior oferta de vagas; porém, com remunerações menos atrativas para os concurseiros.

Já o cargo de Administrador pode ser considerado semelhante ao de Analista Administrativo, contudo, é reservado aos graduados em Administração, exigindo-se o registro no Conselho Regional de Administração. 

O cargo de Analista Administrativo e suas Atribuições

O que faz um Analista Administrativo

O Analista Administrativo realiza atividades de nível superior, de natureza técnica, envolvendo o planejamento, coordenação, supervisão, controle e assessoramento de profissionais nas áreas de gestão de pessoas, finanças, orçamento, patrimônio, material, logística, controle interno, processos, etc. Visando o desenvolvimento das unidades organizacionais.

A coordenação das atividades se dá pela análise dos sistemas de controles de dados e processos administrativos, além da atuação no planejamento, organização e controle dos fluxos de trabalhos; objetivando assim, racionalizar e aperfeiçoar os processos organizacionais.

O profissional realiza a elaboração de pareceres, relatórios, estudos e análises técnicas, previstos no exercício de suas competências, utilizando-se de todos os equipamentos e recursos disponíveis para a execução dessas atividades.

Funções comuns do cargo de Analista Administrativo

Veremos agora um apanhado de funções comuns do cargo de Analista Administrativo, integradas a partir de diferentes editais de concursos:

  • Assistência técnica em questões que envolvam matéria de natureza administrativa, analisando e emitindo informações e pareceres;
  • Participar do planejamento da organização e controle de fluxos de trabalhos;
  • Desenvolvimento de trabalhos de natureza técnica, sob orientação; relacionados à elaboração e implementação de planos, programas e projetos de melhorias, informatização e estudos de racionalização, aperfeiçoamento e controle do desempenho de processos e atividades organizacionais.
  • Realização de atividades relacionadas à gestão estratégica, de pessoas, de processos, de recursos materiais e patrimoniais, orçamentários e financeiros, licitações e contratos, controle interno e auditoria; visando o desenvolvimento organizacional;
  • Participação de programas de desenvolvimento que envolvam conteúdos relativos à área de atuação ou neles atuar;
  • Gerenciamento dos trabalhos, análise em sistemas de controles e métodos administrativos em geral;
  • Atuação no desenvolvimento de indicadores, padrões de desempenho e controles da área;
  • Participação do desenvolvimento de estudos técnicos de viabilidade de projetos.
  • Pesquisa e seleção da legislação e da jurisprudência sobre matéria de natureza administrativa para fundamentar análise, conferência e instrução de processos na área de sua atuação;
  • Acompanhamento a atualização de banco de dados e informações;
  • Elaboração e interpretação de fluxogramas, organogramas, esquemas, tabelas, gráficos e outros instrumentos;
  • Prestação de suporte técnico na elaboração, organização, interpretação e atualização de normas e procedimentos;
  • Monitoramento a utilização de sistemas de faturamento, indicadores e metas pactuadas em diferentes níveis de gestão;
  • Recebimento, análise, acompanhamento e encaminhamento a outros setores/departamentos das demandas relacionadas ao serviço;
  • Execução de atividades baseadas em pacote Office, Internet e aplicativos em geral, exigindo-se conhecimentos de informática;
  • Conferência, organização e redação de documentos diversos;
  • Atendimento ao público interno e externo;
  • Realizar outras atribuições pertinentes ao cargo, conforme orientação da chefia imediata.

Requisitos

 Os requisitos para o cargo de Analista Administrativo costumam ser mais abrangentes do que os concursos de outras áreas, sendo comumente exigido diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em qualquer área, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Quando a exigência é mais específica, pode ser que seja requerido nível superior em Administração com registro ativo no Conselho de Classe, ou ainda, tal graduação em conjunto outras, como: Ciências Contábeis, Direito, Economia e Finanças; também reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC).

Remuneração

A remuneração do cargo de Analista Administrativo pode variar consideravelmente dependendo do órgão ou entidade, sendo que as remunerações mais atrativas são as ofertadas em órgãos de controle, agências reguladoras, empresas públicas e tribunais em geral; onde comumente há a implementação de planos de carreira atraentes.

Para se ter uma ideia dos ganhos que podem ser auferidos, agências como a Ancine, ANTT e Antaq, oferecem vencimentos iniciais de R$ 14.265,67 para o cargo. No Senado Federal, o visado cargo de Analista Legislativo com especialidade em Administração, oferece no início de carreira, cerca de R$ 25 mil mais benefícios aos seus servidores.

Obviamente que tais remunerações estão no topo da curva, a média remuneratória no âmbito do setor público está entre 4 e 5 mil reais, um pouco maior do que no setor privado.

Quanto aos últimos concursos que ofertaram vagas para o cargo de Analista Administrativo em 2019/2020 (alguns deles em andamento), tivemos como exemplos, os seguintes vencimentos:

  • CRM/MS 2020 – R$ 3.677,69
  • FeSaúde/RJ 2020 – R$ 4.000,00.
  • CRT/SP 2020 – R$ 4.200,00.
  • TJ/SC 2020 – R$ 6.639,06
  • Analista em Desenvolvimento Regional – área: Administração – CODEVASF 2020R$ 8.168,91.
  • Analista De Apoio à Assistência Judiciária – Especialidade: Administração – DPDF 2020 – R$ 5.241,22.
  • CAU/SP 2020 – R$ 5.261,72.
  • Analista Desenvolvimento Gestão Júnior – Administração – METRÔ/SP 2019 –  R$ 5.377,59.
  • Analista do Ministério Público – Especialidade: Administrativa – MP/RJ 2019 – R$ 7.139,16

Concursos administrativos previstos

Os concursos da área administrativa, assim como todos os demais concursos, tiveram de ser suspensos ou postergados por conta da pandemia. Porém, ao que tudo indica, devem voltar com força nesse ano de 2021, assim que a situação de calamidade pública se estabilizar.

Além disso, muitos certames já têm banca definida ou foram autorizados e devem ser publicados no decorrer desse ano. Com isso, aqueles que estiverem se preparando nesse período, serão os primeiros a colherem os frutos da aprovação.

A coordenação do Estratégia preparou um artigo com a previsão dos concursos administrativos de acordo com a respectiva situação atual; vale a pena conferir as oportunidades que poderão surgir em breve, pode ser útil para que você saia na frente dos concorrentes, iniciando sua preparação com antecedência.

Considerações finais sobre o que faz um Analista Administrativo

O Analista Administrativo é primordial nas organizações, tanto públicas como privadas, visto que o adequado desempenho da administração está diretamente relacionado ao alcance dos objetivos e finalidades institucionais.

Tal profissional tem como objetivo tornar os processos organizacionais mais eficientes e eficazes, através de análises técnicas nas diferentes áreas de gestão, desenvolvendo estratégias com o intuito de aprimorar as respectivas atividades funcionais.

Assim, apresentamos nesse artigo o que faz um Analista Administrativo, cargo de grande procura nos concursos públicos, vimos seus prós e contras, os requisitos, salários e concursos relacionados.

É notório que a disputa nos concursos de Analista Administrativo é bastante concorrida; portanto, o concurseiro que pretende alcançar a tão sonhada nomeação no cargo, precisa estar afiado.

Para tanto, o Estratégia tem diversos cursos próprios desse cargo, específicos para cada concurso, não deixe de conferir.

Abraços,

Nicolau Gordeeff

Assinatura Anual Ilimitada

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país. Assine agora a nossa Assinatura Anual e tenha acesso ilimitado* a todos os nossos cursos.

ASSINE AGORA – Assinatura Ilimitada

Fique por dentro de todos os concursos:

Concursos abertos

Fonte: Estratégia Concursos

Download disponível – saiba tudo sobre o cargo



Baixar apostila para concurso

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: