fbpx

Grana do FGTS poderá ser usada em operações com o cartão de crédito

Está em estudo pelo governo federal a utilização do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) como garantia para operações feitas com o cartão de crédito. A notícia foi dada pelo secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, em meio aos anúncios do plano econômico de recuperação financeira durante a pandemia.

Na ocasião, e sem divulgar muitos detalhes sobre a iniciativa, o secretário disse que, com a implementação da modalidade de saque-aniversário do Fundo, o governo deseja promover novas linhas de crédito e nichos de negócios pelos bancos. 

Uma das ideias levantadas é permitir que instituições utilizem os recebíveis do FGTS como garantia para movimentações com o cartão de crédito. De acordo com o secretário, isso ajudaria na redução da taxa de inadimplência, visto que, em caso de atrasos, o recurso do Fundo seria destinado diretamente para o pagamento da dívida.

Agora, a expectativas é que o Conselho Curador do FGTS analise a proposta de regulamentação da medida e também estenda o uso dos recursos para a linha de empréstimos. Isso permitiria a antecipação de até três anos do saque-aniversário.

Nova rodada de saques do FGTS para 2020

Além do saque-aniversário, que possibilita o resgate entre 5% e 50% do saldo total do FGTS anualmente e na data de aniversário do beneficiário, outra modalidade de saque do benefício foi divulgada pelo governo.

Trata-se do “Saque Emergencial do FGTS”. O nome, apesar de ainda provisório, já possui data e valor de resgate: entre 15 de junho e 31 de dezembro e de até R$ 1.045,00. O anúncio aconteceu por meio de medida provisória que também determinou o fim do Fundo PIS/Pasep.

Com o intuito de movimentar a economia, os saques permitirão retiradas de contas ativas (emprego atual) e contas inativas (emprego antigo). Para quem possui conta na Caixa, os depósitos serão realizados automaticamente em crédito automático. 

Clientes de outros bancos podem receber sob a forma de crédito em conta bancária. Ainda sem um cronograma oficial divulgado, a ideia é utilizar o último saque imediato como modelo, em que se seguiu como ordem dos pagamentos o mês de aniversário dos trabalhadores.

Leia ainda: Saque do PIS/Pasep termina em 25 dias para quem trabalhou em 2018


Fonte: Edital Concursos Brasil

%d blogueiros gostam disto: