fbpx

O Nubank é um banco? Veja a resposta para essa pergunta

Afinal de contas, o que seria o Nubank? Um banco online, uma fintech, uma financeira. A denominação correta pode gerar dúvidas na cabeça dos clientes e consumidores. Afinal, hoje existe uma enxurrada de opções de empréstimos, cartões e agências digitais. Realmente não é fácil entender com qual tipo de empresa estamos lidando.

O Nubank começou seus trabalhos em 2013, oferecendo um cartão de crédito sem anuidade (o “roxinho”). O cartão também contava com ausência de taxas e tarifas de manutenção, concessão etc. Além disso, tudo podia ser feito pelo aplicativo, no smartphone do cliente. Mesmo tudo sendo lançado há apenas 8 anos, na época, era algo realmente inovador.

Leia também: Fundos do Nubank possibilitam investimentos na Verde e outras grandes corretoras

Para tratarmos da pergunta inicial, uma resposta seria a mais simples. O Nubank é uma plataforma de serviços digitais do setor financeiro. Popularmente é conhecido como banco digital independente. Ao mesmo tempo é uma fintech. uma instituição financeira e uma instituição de pagamentos.

As informações estão disponíveis no blog do próprio Nubank. Ou seja, ele é tudo isso mesmo. Contudo, qual é a diferença entre uma coisa e outra? Entenda:

O que é uma fintech?

Fintechs são empresas do ramo financeiro que trabalham com tecnologia. A palavra surge da junção dos termos em inglês “financial” (financeiro) + “technology” (tecnologia).

Em outras palavras, as fintechs oferecem produtos e serviços financeiros por meio de tecnologias digitais. 

“O Nubank é uma fintech porque surgiu em um ambiente 100% digital, e usa a tecnologia e o design para devolver às pessoas o controle sobre suas vidas financeiras – e, com isso, incluir milhões de brasileiros no sistema financeiro”. É o que traz o texto divulgado pela empresa.

O que é uma instituição financeira e de pagamentos? 

Esses termos estão ligados às licenças de atuação das empresas junto ao Banco Central (BC). No caso, dizem respeito exclusivamente aos produtos e serviços oferecidos.

Veja também: Nubank lança dois fundos de investimento Nu Ultravioleta

Em 2013, por exemplo, o Nubank lançou seu cartão de crédito “roxinho”. Ele já era uma fintech, por operar em plataforma digital. Daí então passou a ser também uma instituição de pagamentos, por conta do produto oferecido.

Só em 2018, o Nubank se tornou uma instituição financeira. Pois, naquele momento, recebeu autorização para conceder empréstimos e financiamentos.

Segundo o BC, a instituição financeira tem algumas características específicas. Ela pode receber e fazer transações ou aplicação de dinheiro, em reais ou qualquer outra moeda estrangeira. 

Ela também pode guardar os valores que pertencem a pessoas físicas e jurídicas. Dessa forma, o Nubank faz a ligação do cliente ao mercado financeiro.

Vale destacar que as instituições financeiras seguem as regulações do Sistema Financeiro Nacional (SFN). É por isso que o Nubank tem produtos como empréstimos e fundos de investimentos.

Segundo o BC, no Brasil, 2.346 municípios não contam com agências bancárias. Neste caso, o Nubank vem para fazer a diferença. Por ser 100% digital e ter as licenças necessárias, pode oferecer serviços financeiros em qualquer lugar do país.


Fonte: Edital Concursos Brasil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: