fbpx

Prefeitura confirma pagamentos até março de 2021

Moradores da cidade de Rolândia, no estado do Paraná, receberão uma extensão do auxílio emergencial pago pela prefeitura até o mês de março. Trata-se do programa social municipal “Bolsa Rolândia“, destinado aos habitantes em situação de vulnerabilidade social e econômica.

A medida faz parte de um dos compromissos de campanha do prefeito eleito Ailton Maistro (PSL) e do vice Marcio Vinicius (PSL). O benefício terá valor de R$ 300 e será pago para cada família cadastrada no programa de distribuição de renda do governo federal, o Bolsa Família.

Segundo informações divulgadas pela prefeitura, cerca de 1.736 famílias estão cadastradas na Secretaria de Assistência Social (dados de 30 de novembro). A estimativa representa a quantidade de pessoas que irão receber o novo benefício. O custo total da medida é estimado em 1,5 milhão, tendo como fonte os recursos livres do município.

“Cada uma dessas famílias que estão cadastradas no programa social vão receber as três parcelas no valor de R$ 300, ou seja, R$ 900 no total. A expectativa é que a gente já faça o primeiro pagamento em janeiro de 2021, mas isso dependerá da aprovação do Projeto de Lei na nova Câmara de Vereadores”, afirmou Marcio Vinicius.

Prorrogação do auxílio emergencial em 2021

Em se tratando do auxílio emergencial nacional, pago aos cidadãos brasileiros que se enquadram nas categorias de trabalhadores informais, desempregados e de microempreendedores individuais, parlamentares pressionam o governo federal para a extensão do benefício até o mês de março.

A justificativa está relacionada diretamente ao forte aumento no número de casos da Covid-19 dentre alguns estados do país em janeiro, associado à demora no início do programa de vacinação. Isso torna o cenário econômico instável e uma possível falta de renda neste começo de 2021.

Com um custo de mais de R$ 200 bilhões ao cofres públicos, o auxílio emergencial atendeu cerca de 68 milhões de brasileiros. Com seu fim, a medida pode afetar drasticamente a situação de grande parte deste grupo, sobretudo àqueles que ainda não conseguiram uma retomada das atividades laborais.

Sobre uma nova prorrogação, o governo ainda é resistente, e afirma que não haverá uma nova extensão do auxílio emergencial em 2021. A ideia é focar na ampliação do Bolsa Família e na liberação de um novo saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) emergencial.

Leia ainda: Auxílio emergencial em 2021? Parlamentar quer a volta do Congresso para discutir prorrogação


Fonte: Edital Concursos Brasil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: