fbpx

Quem pode se cadastrar no Cadastro Único? Veja 22 benefícios

O Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal, ou CadÚnico, é um conjunto de informações sobre as famílias brasileiras que vivem em situação de baixa renda, pobreza ou extrema pobreza. Segundo informativo do site da Caixa Econômica Federal, os dados sobre as famílias são utilizados para implementação de políticas públicas pensadas para melhorar a vida dessas pessoas em ações dos municípios e estados.

Por exemplo, neste ano, em razão da pandemia de coronavírus, o Cadastro Único foi utilizado para aprovação de beneficiários no programa auxílio emergencial, o valor inicial liberado é de R$ 600 e agora o governo passou para R$ 300 do mês de setembro a dezembro.

Quem pode se inscrever no Cadastro Único?

As famílias de baixa renda que recebem até meio salário mínimo por pessoa ou que ganham até 3 salários mínimos de renda mensal total, podem se inscrever no Cadastro Único.

Quais são os benefícios de estar inscrito no CadÚnico?

As famílias inscritas no CadÚnico têm direito a diversos benefícios e de participar de programas do governo federal que ajudam a sair da situação de carência econômica, entre essas ajudas estão 22 programas listados abaixo:

  • Isenção de taxas de inscrição em concursos públicos;
  • Isenção da inscrição do ENEM;
  • Programa Minha Casa, Minha Vida;
  • Bolsa Verde – Programa de Apoio à Conservação Ambiental;
  • Carteira do Idoso;
  • Tarifa Social de Energia Elétrica;
  • Aposentadoria para pessoa de baixa renda;
  • ​​Programa Bolsa Família;
  • Benefício de Prestação Continuada (BPC);
  • Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI​);
  • Passe Livre para pessoas com deficiência;
  • Programa Brasil Carinhoso;
  • Programa Brasil Alfabetizado;
  • Programa de Cisternas;
  • Fomento – Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais;
  • Bolsa Estiagem;
  • Telefone Popular;
  • Carta Social;
  • Pro Jovem Adolescente;
  • Crédito instalação;
  • Água para todos;
  • Serviços Assistenciais desenvolvidos pelos munícipios e estados.

Como se inscrever no Cadastro Único?

Geralmente, o município promove visitas domiciliares às famílias de baixa renda para fazer o cadastro no CadÚnico. Porém, se a sua família recebe até meio salário mínimo por pessoa ou ganha até 3 salários mínimos de renda mensal total e ainda não está inscrita, procure um Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) no seu município e peça para ser inscrito no programa.

No momento do cadastro, é necessário ter em mãos pelo menos um dos documento listados abaixo de todos os membros da família:

  • CPF;
  • Carteira de Identidade (RG);
  • Carteira de Trabalho;
  • Certidão de Nascimento;
  •  Título de Eleitor;
  • Certidão de Casamento; e
  • Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (RANI) (se for o caso).

Também leve um comprovante de endereço, que pode ser uma conta de água ou luz.. Não é obrigatório apresentar, mas ajuda muito no preenchimento do seu endereço. Para mais informações sobre o CadÚnico, acesse a página da Caixa.

Veja também: CNH gratuita encerra inscrições neste domingo para 4.014 vagas


Fonte: Edital Concursos Brasil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: