fbpx

Saia na frente – Concurso SP! publicada a convocação para inspeção de saúde

Baixe o material de estudo – publicada a convocação para inspeção de saúde



Baixar apostila para concurso

O Tribunal Regional Eleitoral do estado de São Paulo (Concurso TRE SP) publicou o seu último edital no ano de 2016 , quando ofertou vagas para os cargos de Analista Judiciário e Técnico Judiciário.

O edital de convocação para inspreção de saúde do edital de 2016 foi publicado. Veja aqui o documento. O prazo de validade do certame foi prorrogado em junho de 2019, o edital ficará válido até junho de 2021.

No último dia 21 de janeiro de 2020, o Tribunal Superior Eleitoral – TSE autorizou o provimento de 61 cargos efetivos. Confira mais informações ao longo desta matéria, para facilitar, navegue pelo índice abaixo:

Concurso TRE SP: situação atual

De acordo com a Portaria de n.º 33, de 16 de janeiro de 2020, foi autorizado o provimento de 61 cargos efetivos, sendo 23 para o cargo de Analista Judiciário e 38 para o cargo de Técnico Judiciário.

Confira AQUI o documento na íntegra

De acordo com dados do Portal da Transparência, atualmente, o TRE SP possui 89 cargos vagos.

Prorrogado

O documento da prorrogação foi publicado no Diário Oficial da União no dia 13 de junho de 2019. Confira logo abaixo a prorrogação:

Concurso TRE SP: prorrogação!

Concurso TRE SP: prorrogação!

Concurso TRE SP: remuneração e benefícios

De acordo com o último edital, a remuneração para os cargos de nível médio foi de R$ 5.934,15; já os de nível superior o vencimento foi no valor de R$ 9.736,27. Os valores corresponde ao vencimento básico mais a Gratificação de Atividade Judiciária – GAJ.

De acordo o portal da transparência esses valores foram reajustados, atualmente, servidores que ocupam cargos de Técnico possuem o vencimento básico de R$ 3.163,07 e a GAJ no valor de R$ 4.428,30. Somando os valores, o total é de R$ 7.591,37.

Já os ocupantes do cargo de Analista, possuem o vencimento inicial de R$ 5.189,71 e a GAJ de R$ 7.265,59, ou seja, o total é de R$ 12.455,30.

Concurso TRE SP: remuneração!

Concurso TRE SP: remuneração!

Concurso TRE SP: cargos e vagas 

NÍVEL SUPERIOR

  • Analista Judiciário – Área Judiciária
    Vagas: 2
  • Analista Judiciário – Área Administrativa
    Vagas: 1
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Análise de Sistemas
    Vagas: 1
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Assistência Social
    Vagas: CR
  • Analista Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Contabilidade
    Vagas: 2
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Medicina (Clínica Médica)
    Vagas: CR
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Psicologia
    Vagas: CR
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Relações
    Públicas Vagas: 1

 

NÍVEL MÉDIO

  • Técnico Judiciário – Área Administrativa
    Vagas: 3 Ampla concorrência + 1 PNE e 1 Negros
  • Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Artes Gráficas
    Vagas: CR
  • Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Enfermagem
    Vagas: 1
  • Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Programação de Sistemas
    Vagas: 1
  • Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Operação de Computadores
    Vagas: CR

 

Concurso TRE SP: carreira

Requisitos

NÍVEL SUPERIOR

  • Analista Judiciário – Área Judiciária
    Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Direito, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC);
  • Analista Judiciário – Área Administrativa
    Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, exceto licenciatura curta, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC);
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Análise de Sistemas
    Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior na área de Tecnologia da Informação ou de qualquer curso de graduação de nível superior acrescido, nesta última hipótese, de certificado de curso de especialização, em nível de pós-graduação na área de Tecnologia da Informação de, no mínimo, 360 horas-aula, expedidos por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC);
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Assistência Social
    Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Assistência Social, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e registro profissional no Conselho Regional da Categoria;
  • Analista Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Contabilidade
    Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação
    de nível superior em Ciências Contábeis, expedido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e registro profissional no Conselho Regional da Categoria;
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Medicina (Clínica Médica)
    Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Medicina, expedido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) acrescido de título de especialista em Clínica Médica ou Residência Médica em Clínica Médica devidamente reconhecidos; registro profissional no Conselho Regional correspondente e 1 (um) ano de experiência profissional mínima comprovada em Clínica Médica;
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Psicologia
    Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Psicologia, expedido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e registro profissional no Conselho Regional da Categoria;
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Relações
    Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação, em nível superior em Comunicação Social com habilitação em Relações Públicas, ou curso superior de Relações Públicas expedido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e registro profissional no Conselho Regional da Categoria e experiência profissional mínima de 1 (um) ano como Relações Públicas após a conclusão do curso superior.

 

NÍVEL MÉDIO

  • Técnico Judiciário – Área Administrativa
    Requisitos: Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente;
  • Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Artes Gráficas
    Requisitos: Certificado, devidamente registrado, de conclusão de ensino médio (antigo segundo grau), ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente, em conjunto com certificado de habilitação em curso técnico em artes gráficas, com no mínimo 200 horas-aula, expedidos por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente. Experiência profissional de no mínimo 2 (dois) anos em impressão Off-set e impressão digital;
  • Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Enfermagem
    Requisitos: Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau), ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente, em conjunto com certificado de habilitação em curso técnico de enfermagem expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente e registro profissional no Conselho Regional de Enfermagem;
  • Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Programação de Sistemas
    Requisitos: Certificado, devidamente registrado, de conclusão de ensino médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente, em conjunto com certificado de habilitação em cursos de programação de sistemas, com carga horária total de, no mínimo, 120 horas-aula, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente, também, serão aceitas horas aula das disciplinas de programação, banco de dados e engenharia de software, em curso superior na área de Tecnologia da Informação, cursadas em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).
  • Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Operação de Computadores
    Requisitos: Certificado, devidamente registrado, de conclusão de ensino médio (antigo segundo grau), ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente, em conjunto com certificado de habilitação em cursos de operação de computadores, com carga horária de, no mínimo, 120 horas-aula, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente, também serão aceitas horas aula das disciplinas de Sistemas Operacionais, Redes de Computadores e Eletrônica, em curso superior na área de Tecnologia da Informação, cursadas em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Concurso TRE SP: etapas

Os candidatos foram avaliados em etapa distintas que variou de acordo com o cargo escolhido. Quem se candidatou à vagas para os cargos de Técnico e Analista Judiciário – área judiciária e área administrativa foram avaliados na prova objetiva e Prova discursiva de redação; já os candidatos de aos cargos de Analista, as etapas consistiram na aplicação da prova objetiva e prova discursiva de estudo de caso.

Prova objetiva

NÍVEL SUPERIOR

  • Analista Judiciário – Área Judiciária
    Conhecimentos gerais – 20 questões/ Peso: 1
    Conhecimentos específicos – 40 questões/ Peso: 3
  • Analista Judiciário – Área Administrativa
    Conhecimentos gerais – 20 questões/ Peso: 1
    Conhecimentos específicos – 40 questões/ Peso: 3
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Análise de Sistemas
    Conhecimentos gerais – 20 questões/ Peso: 1
    Conhecimentos específicos – 40 questões/ Peso: 3
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Assistência Social
    Conhecimentos gerais – 20 questões/ Peso: 1
    Conhecimentos específicos – 40 questões/ Peso: 3
  • Analista Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Contabilidade
    Conhecimentos gerais – 20 questões/ Peso: 1
    Conhecimentos específicos – 40 questões/ Peso: 3
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Medicina (Clínica Médica)
    Conhecimentos gerais – 20 questões/ Peso: 1
    Conhecimentos específicos – 40 questões/ Peso: 3
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Psicologia
    Conhecimentos gerais – 20 questões/ Peso: 1
    Conhecimentos específicos – 40 questões/ Peso: 3
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Relações
    Públicas
    Conhecimentos gerais – 20 questões/ Peso: 1
    Conhecimentos específicos – 40 questões/ Peso: 3

 

NÍVEL MÉDIO

  • Técnico Judiciário – Área Administrativa
    Conhecimentos gerais – 20 questões/ Peso: 1
    Conhecimentos específicos – 40 questões/ Peso: 3
  • Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Artes Gráficas
    Conhecimentos gerais – 20 questões/ Peso: 1
    Conhecimentos específicos – 40 questões/ Peso: 3
  • Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Enfermagem
    Conhecimentos gerais – 20 questões/ Peso: 1
    Conhecimentos específicos – 40 questões/ Peso: 3
  • Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Programação de Sistemas
    Conhecimentos gerais – 20 questões/ Peso: 1
    Conhecimentos específicos – 40 questões/ Peso: 3
  • Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Operação de Computadores
    Conhecimentos gerais – 20 questões/ Peso: 1
    Conhecimentos específicos – 40 questões/ Peso: 3

Prova de Discursiva – Redação

A prova de discursiva de redação foi aplicada aos cargos abaixo:

  • Analista Judiciário – Área Judiciária;
  • Analista Judiciário – Área Administrativa;
  • Técnico Judiciário – Área Administrativa;
  • Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Artes Gráficas;
  • Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Enfermagem;
  • Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Programação de Sistemas; e
  • Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Operação de Computadores.

Prova de redação – Estudo de Caso

Já a prova de estudo de caso foi destinada aos cargos listados abaixo:

  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Análise de Sistemas
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Assistência Social
  • Analista Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Contabilidade
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Medicina (Clínica Médica)
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Psicologia
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Relações
    Públicas

Nomeações

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação do TRE SP, foram nomeados 196 candidatos e ainda há possibilidade para novas nomeações. A ASCOM ainda informou que foi autorizado as nomeações, listadas abaixo, pela Portaria TSE nº 671/2017:

  • Técnico judiciário – 3 vagas;
  • Analista judiciário – área judiciária: 2 vagas; e
  • Analista Judiciária – área administrativa: 2 vagas

Resumo do concurso TRE SP

 

Quer conquistar a sua aprovação no concurso TRE SP?

Prepare-se com quem mais entende do assunto!

COMECE A ESTUDAR NO GRAN

Jaqueliny Botelho

Jaqueliny Botelho
Equipe de Comunicação do Gran Cursos Online



Fonte: Gran Cursos Online

Download disponível – publicada a convocação para inspeção de saúde



Baixar apostila para concurso

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: